16 de outubro – Dia Mundial da Alimentação.


O Dia Mundial da Alimentação foi criado a fim de fazer com que a população reflita acerca de temas como fome e segurança alimentar.

Enquanto muitos de nós ficamos divididos ao escolher em qual fast food vamos comer, muitas pessoas não têm acesso a nenhum tipo de alimento. Você sabia, por exemplo, que mais de 800 milhões de pessoas vivem em uma situação denominada insegurança alimentar? Isso quer dizer que mais de 800 milhões de pessoas não possuem uma alimentação saudável, de qualidade ou em quantidade suficiente para suprir suas necessidades.



No Brasil, uma alimentação de qualidade é um direito de todos, sendo assegurada por lei. Segundo a lei nº 11.346, de 15 de setembro de 2006, art. 2º, a alimentação adequada é direito fundamental do ser humano, inerente à dignidade da pessoa humana e indispensável à realização dos direitos consagrados na Constituição Federal, devendo o poder público adotar as políticas e ações que se façam necessárias para promover e garantir a segurança alimentar e nutricional da população.

O Dia Mundial da Alimentação é comemorado no dia 16 de outubro e foi criado com o intuito de desenvolver uma reflexão a respeito do quadro atual da alimentação mundial e principalmente sobre a fome no planeta. A data foi escolhida para lembrar a criação da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) em 1945.

O Dia Mundial da Alimentação traz temas que nos fazem pensar a respeito da população carente, sua segurança alimentar e nutrição. Entende-se por segurança alimentar uma alimentação saudável, acessível, de qualidade, em quantidade suficiente e de modo permanente. Essa realidade, infelizmente, não é vivida por uma grande parte da população brasileira e mundial.

A cada ano um tema é escolhido e, a partir dele, diversas atividades artísticas, esportivas e acadêmicas vão sendo realizadas ao redor do mundo. Temas já abordados no dia Mundial da Alimentação merecem destaque, como:

  • 1981: A comida vem primeiro

  • 1982: A comida vem primeiro

  • 1983: Segurança alimentar

  • 1984: Mulheres na agricultura

  • 1985: Pobreza rural

  • 1986: Pescadores e comunidades pescadoras

  • 1987: Pequenos produtores agrícolas

  • 1988: Juventude rural

  • 1989: Comida e ambiente

  • 1990: A comida e o futuro

  • 1991: árvores para vida

  • 1992: Comida e nutrição

  • 1993: Colhendo a diversidade da natureza

  • 1994: Água para a vida

  • 1995: Comida para todos

  • 1996: Lutar contra a fome e subnutrição

  • 1997: Investir na segurança alimentar

  • 1998: As mulheres alimentam o mundo

  • 1999: Juventude contra a fome

  • 2000: Um milênio sem fome

  • 2001: Combater a fome para reduzir a pobreza

  • 2002: Água: fonte de segurança alimentar

  • 2003: Trabalhar em conjunto por uma aliança internacional contra a fome

  • 2004: Biodiversidade para a segurança alimentar

  • 2005: Agricultura e diálogo intercultural

  • 2006: Investindo na agricultura para a segurança alimentar

  • 2007: O direito à comida

  • 2008: Segurança alimentar mundial: os desafios das mudanças climáticas e os biocombustíveis

  • 2009: Alcançar a segurança alimentar em tempos de crise

  • 2010: Unidos contra a fome

  • 2011: Os preços dos alimentos - da crise à estabilidade

  • 2012: Cooperativas agrícolas – a chave para alimentar o mundo

  • 2013: Sistemas sustentáveis agrícolas para a segurança alimentar e nutricional

  • 2014: Agricultura familiar: alimentar o mundo, cuidar da Terra

  • 2015: Proteção social e agricultura: quebrando o ciclo da pobreza rural

  • 2016: Mudanças climáticas: "O Clima está mudando. A alimentação e a agricultura precisam mudar também"

  • 2017: Mudar o futuro da migração. Investir em segurança alimentar e desenvolvimento rural.

O tema do Dia Mundial da Alimentação 2018 é “Fome Zero”



13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo